1 year ago on 26 July 2012 @ 4:58pm + 689 notes
via bowties-and-cheekbones (originally bowties-and-cheekbones)
1 year ago on 24 June 2012 @ 12:18am + 8,297 notes
via r-econfigurado (originally salt-waterroom)
Ele passa a mão no seu cabelo enquanto você chora, até mesmo quando o problema é ele. Fica repetindo coisas doces e amáveis o tempo todo. Você acredita porque a mentira é mais suave do que a verdade. Acredita porque essa doçura é rara demais para ser desperdiçada. Você diz que o quer para sempre, mas ele já está pensando em qual vai ser a da próxima semana. A próxima garota que será apenas a próxima que irá sofrer porque, no final, ele vai acabar voltando para você. Todo domingo ele vai lhe ligar com a voz embriagada de quem acabou de acordar às três da tarde – há essa hora, você já vai ter feito mais do que ele fez o mês todo. E vai começar a falar sobre como se arrepende por ter feito de novo aquilo que jurou que jamais faria. Vai pedir para voltar porque no final do dia nenhum cabelo tem o cheiro melhor que o seu. E vai reclamar que essas garotas de hoje em dia não gostam de pegar na mão em público. Mas você gosta. E é por isso que ele gosta de você. Porque ele também faz parte dessa geração-vergonha que não curte pegar na mão durante o cinema, que vai logo para os amassos e o qual-seu-telefone-para-que-eu-nunca-ligue-por-engano. Mas você, não. Você pega na mão durante o filme, a praça, o jantar, o café-da-manhã… Você ama pegar na mão e olhar nos olhos. E ficar horas olhando nos olhos para ver se consegue tirar mais um pouquinho da alma dele. Se consegue desvendar mais um pedacinho desse enigma. E, assim que percebe que está conseguindo, ele vai embora outra vez. Porque nada o apavora mais do que alguém com a capacidade de decifrar seus medos. E você sabe. Você sabe como ele odeia escuro e tem pavor da solidão. Sabe como ele grita para calar o barulho mental que ele possui. Sabe como ele odeia partir tanto quanto você odeia vê-lo ir. Sabe, mas não entende. E por isso jura que não vai atender a ligação no domingo, mesmo sabendo (e não entendendo o porquê) que você vai sorrir quando o nome dele aparecer na tela. É frustrante. Você tem doutorado em defesa pessoal, é PhD em não se deixar abalar por nada. E se derrete toda vez que ele diz seu nome. Por quê? Porque o amor é assim. Ele é fanático por Beatles e você só conhece o refrão de Hey Jude. Ele aprendeu a tocar violão durante um verão tedioso, e você faz piano há sete anos sem aprender nada. Você sabe de cor a ordem de todos os acontecimentos de Harry Potter enquanto ele ainda não terminou de ler o Pequeno Príncipe. Tem tudo para dar errado. Mas, ainda assim, o som da voz dele continua lhe acalmando. Por quê? Porque o beijo dele ainda é mais viciante que qualquer livro que você já tenha lido. Porque os braços dele ainda são o melhor esconderijo do mundo. Vocês não têm nada em comum. Você fala francês e ele palavrão. Ele anda de skate e você ainda não tirou as rodinhas da bicicleta. Não pode ser amor, certo? Errado. Não deveria ser. Mas isso não impede nada. Não enquanto ele continuar ligando todos os domingos para dizer que sente a sua falta.
1 year ago on 20 June 2012 @ 5:18pm + 1 note
1 year ago on 30 May 2012 @ 12:12am + 3 notes
via fernandaalvess (originally fernandaalvess)

Serena: I need to know why you love me.
Dan: Because I do.
Serena: It has to do with my mom and her many marriages.
Dan: There. That’s why. Because I actually like it when you interrupt me, which is often, by the way. I love you because you make no apologies about being exactly who you are: Beautiful, smart, sexy as hell. 
Serena: Now you’re embarrassing me.
Dan: That’s another reason. You’re completely unaware of your affect on me. You’re also completely unaware that you laugh like a 4-year-old. (Serena laughs)Just like that. And I love you because you can be with someone like me and still be best friends with someone like Blair.
Serena: Yeah, well, I tried to be.
Dan: I know you do. And that’s not easy, but you never give up on her. That is how amazing you are.

1 year ago on 23 May 2012 @ 10:46am + 11,090 notes
via moshing-peasants (originally lovequotesrus)
1 year ago on 23 May 2012 @ 10:43am + 30,833 notes
via she-says2 (originally eloytorcinelli)

Os batimentos do meu coração pertencem a você.

Green Day

1 year ago on 23 May 2012 @ 10:34am + 36 notes
via strawberrylicorice (originally strawberrylicorice)
1 year ago on 18 May 2012 @ 8:10am + 730 notes
via thatsmy-secondheartbeat (originally thatsmy-secondheartbeat)
1 year ago on 18 May 2012 @ 8:09am + 246 notes
via symphonyinthegloom (originally symphonyinthegloom)
1 year ago on 18 May 2012 @ 8:08am + 253 notes
via lilly-luvs-rock (originally lilly-luvs-rock)